Arquivo

Archive for janeiro \24\UTC 2010

Do Cabaré ao Lar

janeiro 24, 2010 Deixe um comentário

Do cabaré ao lar” é título do livro da historiadora-anarquista, ou anarquista-historiadora, Margareth Rago. Mesmo que os dois autores sigam caminhos diferentes na analise do operariado a autora mescla as perspectivas de Michel Foucault e Edward P.Thompson neste livro o tornando indispensável para aqueles que desejam estudar a cultura operária e as formas de disciplinarização almejadas por patrões, médicos, psiquiatras e Estado que compreenderam o início do século XX no Brasil, período de 1890 a 1930.

A autora irá fazer uma analise detalhada dos discursos de diversas autoridades como médicos, engenheiros, sanitaristas, higienistas e afins que visavam o “bem estar” do operariado no que concernia a situação nas fábricas, tratamentos com as mulheres, o caso do trabalho infantil e a moradia do operariado. LEIA MAIS AQUI

Anúncios

O Real para Além da Verdade

janeiro 22, 2010 Deixe um comentário

Assim como o historiador Koselleck (1992) ressalta, as palavras, ao longo dos anos, passam a ter outros significados dependendo do momento histórico de que uma dada sociedade ou cultura vive, portando os conceitos, do qual não são meras palavras, mas um aglomerado de “atitudes semânticas”, também se transfiguram, sendo assim se re-significam.

Rastreando a trilha deixada por AltDelCtrl no texto “O real para além do rei” vale a pena desferir mais uma punhalada à noção de “realidade” da qual coloca – aqui trato “realidade” como um conceito, portanto que possui um reflexo prático na vida das pessoas…LEIA MAIS NESTE OU NESTE ESPAÇO

Uma interpretação do filme “Corra Lola, corra”

janeiro 21, 2010 Deixe um comentário

O filme “Corra Lola, corra” nos possibilita pensar em diversas possibilidades acerca da perspectiva do entendimento de história a partir da interface fílmica, pois se encararmos que a história é – enquanto ciência disciplinar de origem ocidental – uma concepção de tempo que nos é, muitas vezes, imposta por uma forma de racionalidade onde esconde outras possíveis alternativas de entendimento temporal, a temporalidade que o filme nos mostra ao longo de seu percurso nos faz refletir sobre o passado, o presente e o futuro. LEIA MAIS…

Ócioculturalização Radical

janeiro 16, 2010 Deixe um comentário

Este blog é, e está, sendo constantemente (re)pensado de acordo com as minhas necessidades de expressão tanto no que tange meus devaneios artísticos quanto intelectualoides.

Isso sempre com o carater de não haver nenhum compromisso por parte colaborativa a nenhum meio de comunicação institucional que visa estabelecer relações das quais são guias do status quo vigente, portanto me direciono a uma ócioculturalização radical de minha produção de conhecimento, pois ao passo que efetuo meus devaneios e indagações a cerca do que vejo, sinto e leio sem fins lucrativos e muito menos fins promocionais, ao meu ver, proporciono uma experência de prazer ao meu “ser” que não se vincula a nehuma questão de extração de mais valia.

Trarei então aspectos das artes – filmicas, literárias e etc – e conhecimentos diversos – história, filosofia, ciências sociais, etc – para a arena do debate sem a pretenção de que minhas colocações estarem fechadas em si mesmas e que não possam dialogar com nenhuma outra que queria “se meter” (e por favor, se metam).

Enfim, este blog esta mais para um desabafo das sensações e indagações presentes do que propriamente um projeto para o futuro, mas nunca sabemos onde isso pode dar…