O Outro lado da rua

Estava eu caminhando pelas ruas de SP em direção ao trabalho e, como de costume, percorrendo o mesmo trajeto que faço diariamente. Foi ai então que me permiti a pergunta, “por que será que faço o mesmo caminho sempre?”, e como numa fração de milésimos de segundos a resposta logo veio, “porque esse é o caminho mais curto para se chegar ao trabalho”. Que saco.
Diante de tal perplexidade determinista continuei a caminhada com as mesmas passadas de perna e com a mesma visão da rua. Foi quando neste exato momento que me ocorreu uma Outra indagação, “será que se eu for para o Outro lado da rua, na calçada do Outro lado, terei um Outro dia?”… LEIA MAIS
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: